Mãe do jovem que foi morto na Vila Curuai apresentou novas provas à Polícia Civil

 


A mãe do jovem de 20 anos, que foi morto ao ir na casa da ex-mulher, na Vila Curuai, procurou a delegacia de Polícia Civil de Santarém. Ela negou a versão dos fatos contada logo depois da morte do filho Daniel Batista Nogueira.

A primeira versão é que Daniel tinha ido armado com uma faca com intenções de matar a ex-mulher e o atual namorado dela, mas a mãe do Daniel disse que essa história é mentira e contou que o filho não foi armado e sua intenção era apenas conversar sobre a filha do casal.

A senhora disse ainda que Daniel e a ex trocavam mensagens carinhosas pelo celular e que isso teria deixado o atual com ciúmes, por isso, o Daniel foi assassinado pelo atual namorado da ex-companheira dele. A mãe da vítima apresentou uma faca supostamente usada no crime e outras provas à autoridade policial. O suspeito continua foragido.

0 Comentários