Polícia Cicil prende quadrilha de traficantes que usava nome de pratos de comida para mascarar pedidos de droga

 

Na manhã desta sexta-feira a Polícia Civil deflagrou uma operação que resultou na prisão de dois homens e duas mulheres suspeitos de tráfico de drogas. As prisões ocorreram no bairro Bela Vista do Juá em um ponto de venda de drogas, conhecido popularmente como 'boca de fumo'.

No local, os policiais encontraram drogas dos tipos crack e maconha, joias, dinheiro, celulares, balança de precisão e uma moto usada no delivery da droga.

A polícia também encontrou um caderno com anotações de pedidos de drogas e dívidas de "clientes". Para mascarar as anotações, os suspeitos trocavam os nomes das drogas por nomes de comidas.

De acordo com o delegado Eric Peterson, onde estava escrito ‘frango guisado’ na verdade era maconha e onde estava escrito ‘vatapá’ era o crack.

 

Os suspeitos de trabalhar no ‘falso restaurante’ foram identificados como Jéssica Catrine, Eduardo Chaves, Valdeia de Sousa, e Jonilson. Todos foram autuados por tráfico e associação ao tráfico e deverão de transferidos para a Penitenciária de Santarém. A prisão dos 4 suspeitos é resultado de uma investigação que iniciou em setembro, quando um furto foi registrado na cidade.

A operação foi denominada "Frigus Prandium", que na tradução para o português significa "Marmita Fria", e recebe esse nome por conta da forma como a quadrilha anotava os pedidos e realizava a entrega do entorpecente.

0 Comentários