Çairé 2022: Tucuxi e Cor de Rosa se apresentam no Lago dos Botos

 

Neste final de semana Alter do Chão reviveu a magia do Festival dos Botos com as apresentações do Tucuxi e Cor de Rosa no Lago dos Botos. Depois de 2 anos de paralisações devido a pandemia, a encenação folclórica da Lenda do Boto retornou em 2022 sob novo formato.

Um boto se apresentou em cada noite.  Na sexta o Cor de Rosa levou para o Lago o tema ‘Macucauá, Celebrando a Vida’ e apostou na valorização da cultura dos povos tradicionais e de todo rito tradicional que há séculos é realizado dentro da Festa do Çairé.

A agremiação incluiu no seu enredo uma forte mensagem sobre a conscientização em torno da preservação do meio ambiente, mais especificamente nossos rios e florestas.

“É uma mensagem de alerta para a preservação de nossas florestas e rios. A conscientizção sobre o uso e o cuidado com os nossos recursos naturais depende de cada um de nós”, disse Miguel Wanghan, presidente da agremiação.

Os turistas ficaram encantados com a evolução do Cor de Rosa. “Ficamos todos impressionados com a apresentação do boto Cor de Rosa. Foi muito lindo e passa muita emoção para quem assistiu”, comentou Rayana Tavares, quem veio com a família de Mato Grosso para conhecer o Çairé.

Já o boto Tucuxi se apresentou no sábado e defendeu o tema “Amor que faz a tradição”. Com o objetivo de alcançar o adversário rosa em número de títulos, o Tucuxi levou ao Lago dos Botos mais de 500 brincantes dentre itens e corpo coreográfico. Atualmente, o Boto Cor de Rosa é o atual campeão com 11 títulos e o Tucuxi tem 10.

O compromisso com a fé, religiosidade, meio ambiente e tradição desfilou em forma de arte sob o comando do presidente do Grupo Sociocultural Boto Tucuxi, Toninho Araújo.

“O espetáculo Amor que faz a tradição é um musical que envolve dramaturgia e coreografias onde destacamos o trabalho dos nossos artistas de Alter do Chão responsáveis pela criação de todo o processo criativo da apresentação. Assim, demos destaque a biodiversidade, aos encantos locais e a tradição que é o enlace que sustenta nosso Festival”, disse Toninho.  

Uma homenagem ao compositor e mestre da cultura popular Luis Alberto Chuica foi o destaque da noite. Chuica ‘veio’ em uma alegoria com cerca de 20 metros trazendo a Rainha do Çairé item Nº 03 que encerrou a apresentação.

A manifestação de arte e cultura atraiu turistas de todos os lugares do Brasil e do mundo. Natural do Paraná, a turista Camila Lopes se emocionou ao ver pela primeira vez o Festival. “Eu já conhecia Alter do Chão, mas não sabia dessa festa, então foi uma grata surpresa vir e me deparar com esse cenário paradisíaco que abriga uma festa tão linda.”

O Festival dos Botos foi prestigiado ainda por diversas autoridades municipais. O prefeito Nélio Aguiar parabenizou o empenho das agremiações e o talento dos artistas.

“Cada boto apresentou seu tema com maestria e mostrou muita beleza, criatividade e talento. Mais uma vez, a Prefeitura de Santarém montou uma super estrutura para oferecer um Çairé com segurança e beleza. Transmitimos ao vivo pelas nossas redes sociais para o mundo ver a cultura do nosso povo”, comentou o gestor municipal.

O Festival dos Botos faz parte do Çairé realizado em setembro no Distrito de Alter do Chão, Santarém (PA), e representa o lado profano da festa encenando a Lenda do Boto, narrativa folclórica do Pará.

A apuração da pontuação de cada boto será amanhã, 19, às 17h, no Lago dos Botos. Este ano, 15 itens foram avaliados por um corpo de jurados formado por quatro profissionais do setor de cultura.

Os itens avaliados são: Apresentador, Cantador, Rainha do Çairé, Cabocla Borari, Curandeiro, Rainha do Artesanato, Boto Homem, Boto Animal, Rainha do Lago Verde, Carimbó, Organização do conjunto folclórico, Alegorias; Ritual, Letra e música.

Fonte e fotos: Prefeitura de Santarém

0 Comentários