Secretaria de Saúde investiga caso suspeito de varíola de macacos em Santarém

 

A Secretaria de Saúde de Santarém investiga como caso suspeito de varíola dos macacos um paciente de 36 anos, que procurou atendimento médico na UPA 24H.

O paciente é um professor, que deu entrada na Unida de Saúde neste domingo (31) com calafrios, febre, cefaleia, lesões na pele e enfartamento ganglionar. Ele esteve recentemente em São Paulo, passou pelo Rio de Janeiro e depois veio para Santarém.

O paciente recebeu alta médica na manhã desta segunda-feira (1º) com quadro clínico considerado estável. Ele deverá ser acompanhado pelos órgãos de saúde até que saia o resultado do exame.

A varíola dos macacos

É uma infecção viral, que geralmente se manifesta de forma leve. A doença causada é pelo vírus monkeypox e os principais sintomas são febre, dor e o aparecimento de lesões e feridas em algumas partes do corpo. Os sintomas costumam variar de 6 a 13 dias, mas podem chegar até a 21 dias.

A doença é transmitida quando alguém tem contato próximo com as lesões de pele, secreções respiratórias ou com os objetos usados por uma pessoa que está infectada.

Apenas uma morte foi registrada no Brasil. A vítima é um homem de 41 anos, que tinha graves problemas de imunidade, e estava internado no Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte.

0 Comentários