Começa nesta quarta (10) a campanha contra poliomielite em Santarém

Começou nesta quarta-feira (10) a campanha contra poliomielite em Santarém. O objetivo é reduzir o risco de reintrodução do poliovírus, que causa a “paralisia infantil”.

O público-alvo são crianças menores de cinco anos, mas também ocorrerá a multivacinação de adolescentes menores de 15 anos para recuperar a cobertura vacinal de todas as vacinas recomendas pelo Plano Nacional de Imunização. A campanha prossegue até o dia 9 de setembro.

As crianças menores de 1 ano receberão a dose que estiver em atraso ou a vacina prevista na rotina. As crianças de 1 a 4 anos devem receber uma dose extra da vacina pólio oral (gotinha), desde que já tenham recebido 3 doses da vacina inativada contra pólio (VIP). A meta é vacinar pelo menos 95% dessa faixa etária. 

Para a multivacinação, o público-alvo são crianças e adolescentes de 2 meses a 14 anos, 11 meses e 29 dias. Estão disponíveis vacinas contra meningite, hepatite, difteria, pneumonia, rotavírus, febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola, varicela, HPV, entre outras. A estratégia é atualizar a caderneta de vacinação, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação.

A Semsa recebeu poucas doses da vacina. Por isso, nesse primeiro momento, a imunização ocorrerá em 5 Unidades Básicas de Saúde (UBS) estratégicas, entre elas: Aldeia/Fátima/Laguinho, Nova República, Santana, Salvação e Jardim Santarém. O atendimento será de segunda a sexta, das 8h às 16h. A Secretaria aguarda o recebimento de mais doses para ampliar a campanha.

Para se vacinar a criança deve estar acompanhada dos pais ou responsáveis que devem portar a carteira de vacinação da criança, e um documento com foto, CPF e cartão SUS.

O Ministério da Saúde explica que, para crianças com mais de três anos de idade, esses imunizantes poderão ser administrados de maneira simultânea com a vacina contra a Covid-19 ou durante qualquer intervalo de aplicação.

Fonte: Prefeitura de Santarém

0 Comentários