Vítima de intolerância religiosa denuncia ameaças e agressão

Cansado de ser atacado e ameaçado por causa de sua religião, o jovem Christian Mota foi à delegacia denunciar o homem que o persegue desde o dia 23 de dezembro do ano passado. A vítima relatou à polícia que o homem joga pedras no telhado de sua residência e já quebrou 10 telhas da casa. Christian disse também que na última quarta-feira (27) foi atacado pelo mesmo homem quando subia em um ônibus e recebeu um tapa no rosto. O sujeito faz constantes ameaças contra a vítima por não aceitar a escolha religiosa de Christian, que é umbandista.

Nesta sexta-feira (1) o jovem relatou à imprensa que já denunciou o caso à polícia e Christian e o denunciado chegaram a participar de uma audiência de conciliação e ambos se comprometeram a evitar frequentar os mesmos espaços e não provocar um ao outro, mas o homem continuou agredindo Christian e ameaçando toda a sua família.

A vítima diz que a mãe, que está em tratamento contra o câncer, já foi ameaçada, mesmo sem frequentar a religião do filho. Christian voltou à delegacia para implorar que algo seja feito porque teme pela sua segurança e pela segurança de sua família. Ele lembrou que os pais, que são católicos, respeitam sua fé e não é justo que alguém desconhecido o ameace por esta decisão particular.

O jovem contou à imprensa que as ameaças começaram depois que o homem teria passado na frente de sua casa e sentido dor de estômago e prisão de ventre. O homem alega está sendo vítima de um "trabalho de macumba" feito por Christian, mas a vítima nega e diz que está sendo vítima de intolerância religiosa.

Confira a matéria no ROTA 

0 Comentários